Sororidade e viagens: como ajudar outras mulheres a viajar sozinhas

À medida que o tempo passava, no entanto, fui me descobrindo uma excelente companhia e orgulho-me em dizer que venci a barreira da timidez, fazendo algumas novas amizades. O meu primeiro destino solo foi Paris, a bela e cosmopolita capital da França. Aprendi algumas poucas frases em francês e fui sem medo, sempre com um sorriso no rosto e muita cara de pau; a quantidade de micos foi enorme, mas todos eles renderam boas e inesquecíveis histórias. Na Turquia pelo fato de ter sido bastante abordada nas ruas por homens pouco respeitosos, achando que eu estava ali em busca de companhia. Depois desse dia, nunca mais caminhei tarde da noite sozinha em lugar algum, mesmo nos considerados mais pacatos. Apesar desses e outros perrengues, o saldo ao final de seis anos é superpositivo. Ah, quando o destino é muito movimentado, sempre coloco um cadeado na parte da mochila que fica mais exposta, e ao conversar com algum desconhecido, fico atenta para qualquer movimento estranho.

Mulheres em procurando 226118

Como ajudar mulheres a viajar sozinhas

Esse é um assunto mais profundo e tenho um artigo específico sobre ele aqui no blog. Mas o que te sugiro é o seguinte. Para vencer o medo você precisa desmistificar a ideia de um perigo impendente simplesmente pelo fato de você ser mulher e estar sozinha. Ressignifique o seu medo. Encontre soluções para ele. Uma forma de se sentir segura é justamente o planejamento da viagem. É perigoso viver rs.

Por que mulheres viajam menos

Receba as melhores promoções de passagens e pacotes O meu primeiro destino terreno foi Paris, a bela e orbícola capital da França. Aprendi algumas poucas frases em francês e fui sem medo, sempre com um sorriso no rosto e muita cara de pau; a quantidade de micos foi enorme, mas todos eles renderam boas e inesquecíveis histórias. Na Turquia pelo fato de ter sido bastante abordada nas ruas por homens pouco respeitosos, achando que eu estava ali em cata de companhia. Depois desse dia, nunca mais caminhei tarde da noite sozinha em lugar algum, mesmo nos considerados mais pacatos. Apesar desses e outros perrengues, o saldo ao final de seis anos é superpositivo.

Viajar sozinha sinônimo de liberdade

Mas eu e você podemos ajudar mulheres a viajar mais, e sozinhas. Vamos falar sobre isso? De acordo com as respostas, o principal empecilho pra viajar mais é a falta de dinheiro, seguido da falta de tempo e do medo. Mas enquanto isso, quem disse que devemos ficar em casa? Ele tem a ver com empatia, irmandade e solidariedade. Com apoiarmos umas às outras pra conquistarmos juntas a igualdade a que temos direto. Juntas somos mais fortes, e podemos contribuir pra que cada vez restante mulheres descubram o mundo por fatura própria e se conheçam melhor. O resultado, pra usar outra palavrinha da moda maravilhosa, é empoderador.

Leave a Reply

Your email address will not be published.*