Saiba por que psicopatas são pessoas tão queridas

Foto de Surian Soosay A primeira vez que meu ex-namorado mostrou quem era de verdade, foi quando ele me bateu na festa em que ele me viu ficando com outro cara. Eu senti medo quando vi isso, e estava certa em temer: quando eu entrei naquela festa, toda vez que ele passava por mim, ele me chutava, esbarrava em mim com força, fazia de tudo para tentar me agredir fisicamente. Sim, um cara maior de idade, com mais de 1,80 de altura, agredir uma menina de 16 anos, magra, pequena e bêbada. Quando me virei, fui carregada pelo braço por ele. Subiu as escadas para o segundo andar na festa rapidamente, tentando escapar das pessoas que começaram a entender que ele havia me agredido. Um certo frenesi começou a se formar homens xingando ele pela covardia, tentando o cercar e eu comecei a chorar: estava perdida das minhas amigas e havia acabado de ter sido agredida pelo meu ex-namorado. Sai pela festa desesperadamente em busca de um rosto conhecido, e após muito rodar pelo local, achei minhas amigas. Acordei no outro dia e fui direto para o banheiro vomitar, afinal meu emocional estava em fiapos. Resolvi tomar um banho, e saindo do box me olhei no espelho embaçado: dedos marcados no meu pescoço, em um tom de roxo horrível.

Putas contatos 528160

'Como contar para os filhos que sou prostituta?'

Querido pelos amigos. Generoso até. Entre quatro paredes, ele muda. Bate, xinga, humilha. A culpa de ser agredida é sempre dela. Riu demais. Até visivelmente sedutor. Termina tudo. Vai embora.

Leave a Reply

Your email address will not be published.*